sábado, 28 de abril de 2012

VÍRGULA - EXERCÍCIOS

VÍRGULA - EXERCICÍOS Gabarito:
1-B
2-C
3-D
4-c
5-C
6-UMA VÍRGULA MUDA TUDO.
Explique o sentido da frase com a vírgula e sem ela.
1-            Não, espere.( É para esperar)
Não espere.( não é para esperar)
2-            Isso só, ele resolve.( ele não resolve mais nada)
Isso só ele resolve.( só ele é capaz de resolver isso)
3-Aceito, obrigado.( você aceita algo  e agradece)
Aceito obrigado.( você aceita algo contra sua vontade)

4-Esse, juiz, é corrupto.( você aponta alguém corrupto para o juiz)
Esse juiz é corrupto.( você declara que o juiz é corrupto)

5-Não quero ler.( você não quer)
Não, quero ler.( você quer)

QUESTÃO 7.
a) As vírgulas foram usadas para separar  o aposto explicativo, referente a “o FED” do resto da frase.
b) A vírgula  separa a oração coordenada adversativa da oração anterior.             

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO - EXERCÍCIOS POSTAGEM DIA 28 04 12 BLOG DA FÁTIMA
MACKENZIE
GABARITO:
1-D
2-A
3-C
4-B
5-A
6-E
7B
8-E

terça-feira, 24 de abril de 2012

domingo, 22 de abril de 2012

SINÔNIMOS - GABARITO

Exercícios propostos- GABARITO
a.    A  empresa faz seus cadernos com papel reciclado.( confecciona ou fabrica)
b.    João teve por longos anos um cargo importante na empresa.(exerceu )
c.    Não ponham a culpa no  governo, mas sim nos eleitores.(  atribuam )
d.    Os livros de filosofia são da biblioteca da escola.( pertencem)
e.    Márcia fez que não viu o amigo.( fingiu)
f.       O jornal disse que os postos de saúde estariam fechados.( noticiou)

INSPER 2011
 Questão 8
Comentário
“não só… como” ou “não só… (mas) também”, por indicar uma relação de ADIÇÃO , pode ser substituída pela conjunção E, sem perda de sentido.
Resposta: d

Questão 9
Comentário
Neste caso, a mentira é sinônimo de criatividade e imaginação. O garoto tinha grande capacidade de inventar histórias.
Resposta: b

10- Resposta
a) o réptil já tinha atacado um cavalo.
b)  o instrumento estava quebrado

quinta-feira, 19 de abril de 2012

APOSTO, ADJUNTO E PREDICATIVO

gabarito das questões
              
1- A cidade dos meus sonhos é Recife
                      adjunto adnominal
2-  Recife, a cidade dos meus sonhos, é chamada de “a Veneza Brasileira”.
                    aposto explicativo                                                     predicativo do sujeito
 3-  A secretária chegou nervosa.
                                           predicativo do sujeito
 4-  A secretária nervosa chegou.
                             adjunto adnominal
 5-  O professor considerou o aluno inteligente.
                                                              predicativo do objeto
                                                                
 6-  O aluno inteligente nunca deixa para estudar apenas na véspera da prova.
                       adjunto adnominal
 7-  O discurso do Presidente foi brilhante.
                             adjunto adnominal     predicativo do sujeito
 8-  O povo brasileiro é muito alegre.
                      adjunto adnominal    predicativo do sujeito
9- Um sorriso alegre é o meu cartão de visita.
                              adjunto adnominal            adjunto adnominal

domingo, 15 de abril de 2012

CONCURSO BANCO DO BRASIL

GABARITO  comentado- CONCURSO BANCO DO BRASIL 2010
001 – C 002 – D 003 – B 004 – D 005 – A 006 – D 007 – E 008 – C 009 - E

CONCURSO DO BANCO DO BRASIL 2010
Língua Portuguesa
Atenção: As questões de números 1 a 9 referem-se ao texto abaixo.
A multiplicação de desastres naturais vitimando populações inteiras é inquietante: tsunamis, terremotos, secas e inundações devastadoras, destruição da camada de ozônio, degelo das calotas polares, aumento dos oceanos, aquecimento do planeta, envenenamento de mananciais, desmatamentos, ocupação irresponsável do solo, impermeabilização abusiva nas grandes cidades. Alguns desses fenômenos não estão diretamente vinculados à conduta humana. Outros, porém, são uma consequência direta de nossas maneiras de sentir, pensar e agir.
É aqui que avulta o exemplo de Hans Jonas.
Em 1979 ele publicou O Princípio Responsabilidade. A obra mostra que as éticas tradicionais – antropocêntricas e baseadas numa concepção instrumental da tecnologia – não estavam à altura das consequências danosas do progresso tecnológico sobre as condições de vida humana na Terra e o futuro das novas gerações. Jonas propõe uma ética para a civilização tecnológica, capaz de reconhecer para a natureza um direito próprio. O filósofo detectou a propensão de nossa civilização para degenerar de maneira desmesurada, em virtude das forças econômicas e de outra índole que aceleram o curso do desenvolvimento tecnológico, subtraindo o processo de nosso controle.
Tudo se passa como se a aquisição de novas competências tecnológicas gerasse uma compulsão a seu aproveitamento industrial, de modo que a sobrevivência de nossas sociedades depende da atualização do potencial tecnológico, sendo as tecnociências suas principais forças produtivas. Funcionando de modo autônomo, essa dinâmica tende a se reproduzir coercitivamente e a se impor como único meio de resolução dos problemas sociais surgidos na esteira do desenvolvimento. O paradoxo consiste em que o progresso converte o sonho de felicidade em pesadelo apocalíptico – profecia macabra que tem hoje a figura da catástrofe ecológica. [...]
Jonas percebeu o simples: para que um "basta" derradeiro não seja imposto pela catástrofe, é preciso uma nova conscientização, que não advém do saber oficial nem da conduta privada, mas de um novo sentimento coletivo de responsabilidade e temor. Tornar-se inventivo no medo, não só reagir com a esperteza de "poupar a galinha dos ovos de ouro", mas ensaiar novos estilos de vida, comprometidos com o futuro das próximas gerações.
(Adaptado de Oswaldo Giacoia Junior. O Estado de S. Paulo, A2 Espaço Aberto, 3 de abril de 2010)
1. antropocêntricas e baseadas numa concepção instrumental da tecnologia – (3o parágrafo)
O sentido da afirmativa acima está corretamente reproduzido, com outras palavras, em:
(A) direcionadas para o bem-estar da humanidade e determinadas pelos avanços tecnológicos.
(B) centralizadas nos avanços tecnológicos, mas preocupadas com a vida humana na Terra.
(C) voltadas para o homem e fundamentadas na tecnologia como meio de atingir determinados fins.
(D) preocupadas com a relação entre homem e natureza, atualmente imposta pela tecnologia.
(E) determinadas pelo homem e expostas às comodidades trazidas a todos pelo progresso tecnológico.
Alternativa C
Antopocêntricas( centradas no homem; antropos = homem)  base= fundamento)
_________________________________________________________
2. A conclusão do texto propõe, em outras palavras,
(A) uma preocupação mais ampla com o emprego da tecnologia em algumas áreas do conhecimento humano, para evitar os atuais abusos.
(B) uma visão otimista centrada na resolução dos problemas oriundos do progresso tecnológico, por serem eles relativamente simples.
(C) o respeito aos inúmeros benefícios oferecidos às condições de vida moderna pelos avançados recursos decorrentes da tecnologia.
(D) uma atitude comunitária voltada para a prevenção e disposta a alterações no modo de vida na Terra para evitar a ocorrência de catástrofes ecológicas.
(E) procedimentos conjuntos entre órgãos oficiais e a sociedade civil como solução para a correta aplicação dos avanços tecnológicos.
Alternativa D
É uma  proposta para a solução do problema e  está no último parágrafo.
_________________________________________________________
3. O paradoxo assinalado no 4o parágrafo se estabelece entre
(A) os direitos humanos apoiados no uso benéfico da tecnologia e as exigências impostas pela natureza, como seu próprio direito.
(B) a confiança irrestrita nos avanços tecnológicos como solução dos problemas do homem e a tendência para a destruição do ambiente natural.
(C) o desenvolvimento pleno da tecnologia e as infinitas possibilidades de seu uso na melhoria das condições de vida no planeta.
(D) o destemor diante do progresso tecnológico e a valorização de suas aplicações na vida humana.
(E) a ocorrência natural dos fenômenos climáticos habituais e a responsabilidade humana determinante para seu agravamento.
Alternativa D
Ao mesmo tempo que não se teme o progresso econômico, teme-se a perda da vida.
Paradoxo= contradição de ideias
________________________________________________________
4. Considere as afirmativas a respeito dos sinais de pontuação empregados no texto.
I. Os dois-pontos, no 1o parágrafo, introduzem enumeração de fatos que exemplificam desastres naturais.
II. Os travessões isolam, no 3o parágrafo, um comentário explicativo da expressão imediatamente anterior a esse segmento.
III. O travessão único, no final do 4o parágrafo, pode ser corretamente substituído por uma vírgula, sem alteração do sentido original.
IV. As aspas colocadas na frase do final do texto "poupar a galinha dos ovos de ouro" têm por objetivo assinalar a ideia principal do texto. Está correto o que consta APENAS em
(A) II, III e IV.
(B) II e IV.
(C) I e II.
(D) I, II e III.
(E) I, III e IV.
_________________________________________________________
5. Considerando-se a organização do texto, a afirmativa INCORRETA é:
(A) A relação de catástrofes ambientais apresentada no 1o parágrafo tem por objetivo demonstrar a impossibilidade de deter o progresso tecnológico, cujos avanços são os principais causadores desses desastres.
(B) Todo o texto se desenvolve a partir da constatação de que o modo de vida atual, voltado para o uso abusivo da tecnologia, leva o planeta a uma catástrofe ecológica.
(C) O autor toma como base os diversos desastres naturais que vêm ocorrendo em todo o planeta para discutir aspectos ligados à questão ambiental.
(D) A retomada das ideias do filósofo Hans Jonas constitui a base da argumentação necessária para que o autor do texto fundamente suas próprias ideias.
(E) O título da obra O Princípio Responsabilidade remete à necessária tomada de consciência dos homens sobre os abusos que vêm cometendo contra o meio ambiente.
Alternativa A
O progresso tecnológico não é o principal causador das catástrofes.
_________________________________________________________
6. A ideia central do texto está explicitada em:
(A) Uso limitado dos recursos tecnológicos na vida moderna.
(B) Práticas abusivas contra o meio ambiente, apesar das tecnociências.
(C) Impotência da natureza contra os abusos decorrentes da tecnologia.
(D) Proposição de uma nova ética para a civilização tecnológica.
(E) Aceitação das inevitáveis consequências do atual progresso tecnológico.
Alternativa D
“a aquisição de novas competências tecnológicas” 4º. parágrafo

_________________________________________________________
7. Identifica-se noção de causa no segmento:
(A) ... para que um "basta" derradeiro não seja imposto pela catástrofe ...
(B) ... comprometidos com o futuro das próximas gerações.
(C) ... sobre as condições de vida humana na Terra e o futuro das novas gerações.
(D) ... capaz de reconhecer para a natureza um direito próprio.
(E) ... em virtude das forças econômicas e de outra índole ...
Alternativa E
( por causa das forças econômicas)
______________________________________________________________________________
8. A concordância verbal e nominal está inteiramente correta na frase:
(A) Foram detectadas, nas análises mais recentes, a presença de partículas de poluentes prejudiciais à saúde humana.
(B) Estão havendo problemas nas negociações sobre o clima por falta de consenso entre os países participantes.
(C) Cada vez mais se tornam imprescindíveis medidas que venham a alterar o relacionamento entre o homem e a natureza.
(D) Quando entra em discussão nos países envolvidos as questões sobre responsabilidade climática, dificilmente se chega a um acordo.
(E) Chegaram-se a impasses nas negociações sobre a sustentabilidade do planeta pela impossibilidade de determinar a responsabilidade de cada país.
Alternativa C
Medidas é sujeito e está no plural, concordando com as formas  verbas “tornam-se”  e venham”
_________________________________________________________
9. Em 1979 ele publicou O Princípio Responsabilidade. (início do 3o parágrafo)
A frase cujo verbo exige o mesmo tipo de complemento que o grifado acima é:
(A) ... a sobrevivência de nossas sociedades depende da atualização do potencial tecnológico ...
(B) ... que não advém do saber oficial nem da conduta privada ...
(C) ... que as éticas tradicionais [...] não estavam à altura das consequências danosas do progresso tecnológico
(D) ... para degenerar de maneira desmesurada ...
(E) ... que aceleram o curso do desenvolvimento tecnológico
Alternativa E
A o único verbo que exige complemento( objeto direto) é o verbo acelerar

sexta-feira, 13 de abril de 2012

ORAÇÕES REDUZIDAS - EXERCÍCIOS

ORAÇÕES REDUZIDAS-EXERCÍCIOS  
Classifique as orações reduzidas; em seguida desenvolva-as.
RESPOSTAS
1-      Encontrei no banco da praça, uma criança chorando.
R:  uma criança que chorava
2-      E preciso falar sobre política.
R: Que falemos sobre política
3-      Falando sobre o namorado, ela se derretia..
R: Enquanto falava sobre o namorado...
4-      Realizada a compra do térreo, o casal sal feliz.
R.: Assim que/logo que realizaram a compra do terreno...
5-      É difícil acreditar em Papai Noel.
R. que eu acredite
6-      Olhar para o futuro é necessário.
R.'que você olhe/ que eu olhe/ que nós olhemos...
7-      Saindo da faculdade, procurarei emprego.
R.:Se sair da faculdade/ Quando sair da faculdade.
8-      Atordoada com a notícia, a senhora  sofreu um ataque..
R.: Porque ficou atordada com a notícia...
9-      Entrando na sala, o professor pedia silêncio.
R;: Enquanto entrava na sala...
10-   Chegando aos cinquenta anos, o senhor saberá que a vida é muito boa — disse o médico.
R.:Quando chegar aos cinquenta anos/ Se chegar aos cinquenta anos...

POLÍCIA MILITAR - GABARITO

GABARITO da prova da POLÍCIA MILITAR
1. D
2. D
3. C
4. B
5. A
6. E
7. A
gabarito comentado


1. Uma semana comendo almôndegas. Daqui ______  pouco sinto que elas vão começar ______ falar comigo.
Os espaços devem ser preenchidos, correta e respectivamente, com
(A) à ... a
(B) há ... há
(C) à ... à
(D) a ... a
(E) há ... à
Comentário:
Alternativa D - Em tempo futuro, usa-se a, sem h e sem acento; antes de verbo não ocorre crase, apenas preposição a

As questões de números 02 a 07 baseiam-se no texto.

Presidente filipina nomeia manicure para posto-chave

A presidente filipina Gloria Arroyo designou a própria manicure para um cargo bem remunerado em uma agência governamental de Habitação, uma decisão criticada pelo candidato favorito às eleições presidenciais por considerá-la própria de uma política do "clientelismo".
Anita Carpon, manicure da presidente Arroyo e considerada estilista, foi nomeada no conselho de administração de uma agência responsável por financiar as casas dos funcionários, anunciou Gary Olivar, porta-voz da presidência.
Ela receberá um salário mensal equivalente a 2900 dólares, o dobro do que recebe a presidente Arroyo, segundo a imprensa.
A nomeação foi muito criticada pelo candidato favorito às eleições presidenciais de 10 de maio, Benigno Aquino, filho da ex-presidente Corazón Aquino.
"Acentua a cultura do clientelismo político no país ao nomear as pessoas que são leais para postos delicados sem preocupação com a qualificação", disse Butch Abad, diretor da campanha de Aquino.
(Gazeta do Povo, 22.04.2010)

02. De acordo com o texto, criticou-se a nomeação da manicure da presidente Gloria Arroyo para um cargo bem remunerado em uma agência governamental porque
(A) não ficou evidente que a nomeada seja fiel à presidente.
(B) o salário da nomeada será equivalente ao da presidente.
(C) a nomeada passou a financiar casas para os funcionários.
(D) foi considerada como uma prática de favorecimento.
(E) mostra ser uma atitude legal e necessária ao governo.
Comentário
Alternativa D – a resposta está no último parágrafo 
"Acentua a cultura do clientelismo político no país ao nomear as pessoas que são leais para postos delicados sem preocupação com a qualificação"


03. O antônimo do termo Acentua, em destaque no último parágrafo do texto, é
(A) Reforça.
(B) Revela.
(C) Nega.
(D) Aponta.
(E) Identifica.
Comentário
Alternativa C – negar é o oposto de acentuar.

04. No contexto em que está inserido, o termo delicados, em destaque no último parágrafo do texto, significa
(A) suaves.
(B) estratégicos.
(C) insignificantes.
(D) inferiores.
(E) carentes.
Alternativa B
Comentário,
A palavra obedece ao critério do significado  que está  empregado no texto e não necessariamente seu significado no dicionário.

05. A frase - A nomeação foi muito criticada pelo candidato favorito às eleições presidenciais de 10 de maio... - transposta para a voz ativa, assume a seguinte redação:
(A) O candidato favorito às eleições presidenciais de 10 de maio muito criticou a nomeação.
(B) Criticou-se muito a nomeação o candidato favorito às eleições presidenciais de 10 de maio.
(C) A nomeação tem sido muito criticada pelo candidato favorito às eleições presidenciais de 10 de maio.
(D) Tem-se criticado muito a nomeação pelo candidato favorito às eleições presidenciais de 10 de maio.
(E) A nomeação fora muito criticada pelo candidato favorito às eleições presidenciais de 10 de maio.

Alternativa A – comentário: na voz ativa, o agente da passiva passa a sujeito  agente da forma verbal criticou.


06. Assinale a alternativa correta quanto ao emprego de parônimos.
(A) Para muitos, a nomeação de Anita Carpon infligiu a constituição do país.
(B) Como Benigno Aquino é o favorito às eleições presidenciais de 10 de maio, sua vitória é eminente.
(C) Para os opositores de Gloria Arroyo, é fragrante a nomeação de Carpon por lealdade e não por competência.
(D) O mandado da presidente Gloria Arroyo está chegando ao fim e pode ser que seu opositor vença a eleição.
(E) Gloria Arroyo ratificou sua decisão de manter Anita Carpon no cargo público: ela continua na agência governamental de Habitação.
Alternativa E
Comentário: ratificar significa manter, confirmar.
Outras alternativas: a: correto infringiu que significa transgredir.
B: o correto é iminente que significa próximo.
D: o correto é mandato= período , mandado significa  ordem.

07. Assinale a alternativa correta quanto ao emprego dos verbos.
(A) A presidente Gloria Arroyo intermedeia negociações para nomear sua manicure.( correta)
(B) A nomeação de Anita Carpon incendia discursos dos oposicionistas de Gloria Arroyo.
(C) A oposição de Gloria Arroyo ainda não interviu na nomeação de sua manicure.
(D) Todos acham que, se Gloria Arroyo pôr outro funcionário no governo, haverá reclamação geral.
(E) Benigno Aquino ânsia por ganhar as eleições e acabar com o clientelismo.
Alternativa  A 
Comentário
A forma verbal correta do verbo intermediar.( intermediar segue a mesma conjugação de odiar.)  
b- ( incendeia)
c-  ( interveio)
d ( puser)
e- ( anseia)

Posição das palavras na frase

POSIÇÃO DAS PALAVRAS NA FRASE
Comida para gato com pouca gordura( gato magro)
Comida com pouca gordura para gato( comida magra)
Dê o significado das frases a seguir levando em conta a posição da palavra ou expressão em destaque:
  1. Mal chegou ao hospital e  faleceu( assim que chegou ao hospital)
  2. Chegou mal ao hospital e faleceu.( chegou em estado grave)
  3. Todo santo dia ele visita a namorada.( todos os dias)
  4. Todo dia santo ele visita a namorada.( feriados especiais)
  5. Salmo de um músico bonito( o músico era bonito
  6. Salmo  bonito de um músico.( o salmo é bonito)
  7. ele esteve aqui.( apenas ele)
  8. Ele esteve aqui .( ele sozinho)
  9. Estou procurando o homem certo.( homem ideal)
  10. Estou procurando certo homem( qualquer homem)
  11. Deus conhece o pensamento do homem.(apenas Deus conhece)
  12. Deus conhece o pensamento do homem.(apenas o pensamento do homem e de mais ninguém)
  13. Deus conhece o pensamento do homem .(homem solitário)
  14. Deus conhece o pensamento do homem.( não conhece mais nada)
  15. A criança chegou à lanchonete suja.( lanchonete suja)
  16. A crian;ca chegou suja à lanchonete.( criança suja)

quarta-feira, 11 de abril de 2012

PRONOMES - EXERCÍCIOS

PRONOME - EXERCÍCIOS
GABARITO
1.B
2-B
3-B
4-B
5-A
6-A
7-B
8-D

a)     Vi a moça ____________tu gostas. DE QUE
B)       Vi o país _____________ tu vais.    A QUE              
C)      Tenho tudo ____________ quero. O QUE
D)      Vi a moça ______________ tu amas. QUE
E)      Vi o país _____________ tu vens. DO QUAL
F)       Eis o livro ______________ gostei. DO QUAL OU DE QUE
G)     Vi o país _____________ tu moras.   ONDE
H)      Falou tudo _______________ quis. O QUE
I)         O modo ______________ agiu foi sincero. COMO
J)         Ela viu a mãe do aluno ___________ ela gosta. DE QUE OU DO QUAL


terça-feira, 10 de abril de 2012

ALTERAÇÃO DE SENTIDO

Exercícios
A posição das palavras na frase pode alterar seu significado. Confira!

 Após leitura das frases abaixo, diga qual o seu significado “estranho” em cada uma delas.  Em seguida, reescreva as frases , indicando o sentido que o autor pretendia dar.
1.Começa nesta quinta-feira o abate do gado nas fazendas com febre aftosa.
R. Começa nesta quinta-feira, nas fazendas,  o abate do gado com febre aftosa.

2.Já compramos os aventais para crianças com mangas.
R.Aventais com mangas para crianças
3.Aqui está o CD da Marina que eu emprestei.
R.Cd que eu emprestei da Marina.

4.Trouxe o remédio para seu pai que está doente dentro deste vidrinho.
(Remédio dentro deste vidrinho par seu pai que está doente.)

5.Chegou o presente para o chefe que faz aniversário nesta caixa.
(Presente nesta caixa para o chefe que faz aniversário)
6.Vende-se blusa de couro de criança.
(Blusa de couro para criança)

7.Encomendamos uma cadeira para gerente sem braço.
(Cadeira sem braço para gerente)

8.Tem sapato para mulher de bico fino?
(Sapato de bico fino para mulher)

9.E meias para senhoras brancas?
(Meias brancas para senhoras)

segunda-feira, 9 de abril de 2012

CONJUNÇÃO - EXERCÍCIOS

CONJUNÇÃO EXERCÍCIOS


Exercícios sobre conjunção

1) Sublinhe as conjunções:

a) Saiu cedo, mas não voltou ainda. ( oposição)
b) Estava estudando, quando você me telefonou.(tempo)
c) Você reage ou será dominado pela doença.( alternância)
d) Não compareceu à reunião nem justificou a falta.( adição)
e) Não se afobe, pois dispomos de bastante tempo.(explicação)
 f) Falou bonito, todavia não me convenceu.
g) Você presenciou a cena, portanto pode explicar tudo.(conclusão)
h) As plantações estavam bonitas, mas o temporal destruiu tudo.(oposição)
i) Nossas leis não são justas, portanto precisamos de uma Constituinte para modificá-las,(conclusão)
j) Errou, mas não quer reconhecer o erro.( oposição)
k) Ele falava e eu ficava ouvindo.( adi~c"ao)

2) Diga se a conjunção E está ligando palavras ou orações:

a) Trabalha de dia e estuda à noite. orações

b) O médico e o psicólogo estudam o caso. palavras

c) Desceu do carro e entrou no banco.orações

d) Minhas tias e meu avô vieram para a festa.palavras

3) Sublinhe a conjunção coordenativa e classifique-a:

a) Tinha feito vários cursos, logo devia estar preparado para o cargo. (conclusiva)

b) Vocês falam muito, contudo agem pouco.( adversativa - ideia de oposição)

c) O ator não aceitava críticas ao seu trabalho e criou vários atritos com a imprensa. (aditiva)

d) Reativemos o transporte ferroviário, pois é mais econômico. (explicativa)

e) Os povos da América Latina enfrentam problemas, por isso devem unir-se. conclusiva

f) Não escreverei nada nem darei entrevista. (aditiva)

g) Quer colabore, quer dificulte nosso trabalho, o projeto será aprovado,( alternativa)

 h) Continue escrevendo que você pode ir longe. ( explicativa)

i) Ou muda muita coisa aqui, ou a situação vai ficar insuportável. alternativa

j) Havia várias propostas de emprego, todavia o salário não era convidativo. adversativa




4) Em cada uma das questões que seguem ocorre uma conjunção coordenativa grifada. Indique o tipo de relação estabelecido por tal conjunção, de acordo com o código que segue.

A) relação de adição;
B) relação de oposição;
C) relação de alternância;
D) relação de conclusão;
E) relação de explicação

1. Não vieram à festa nem telefonaram avisando. ( A     )
2. Compre um carro, ou ande a pé. (    C  )
3. Ele deve ser importante, pois todos falam dele. (     E  )
4. O terreno era árido, mas produzia alimentos para todos. (    B  )
5) Saiu daqui faz umas duas horas, portanto já dever ter chegado. (    D   )

5) Assinale a alternativa onde existe uma conjunção:
a) Era uma casa de tijolos.
b) Vi o carro de Mário.
c) Trajava roupas finas
d) Viu e comprou aquele sapato.
e) Falou contra nós.

6) "Não me aguardem, porque não poderei chegar a tempo." Neste período a conjunção em destaque estabelece uma relação de:
a) adição
b) oposição
c) alternância
d) explicação
e) conclusão